Buscar
  • Empilhatec

Certificações de segurança para caminhão Munck

Zelar pela segurança de seus funcionários é previsto por lei como responsabilidade da empresa contratante. Por isso, é fundamental investir em treinamentos, cursos e capacitações para que os colaboradores possam trabalhar de forma segura.


Quando se trata de segurança na operação de máquinas pesadas, como o caminhão Munck, é importante conferir as certificações básicas que atestam que o equipamento é adequado para uso. A avaliação da viabilidade do equipamento deve ser realizada por um profissional técnico em segurança para garantir a aplicação de todas as normas necessárias.


Neste artigo, você vai conhecer as principais certificações de segurança que indicam que o caminhão Munck é seguro.


Certificações nacionais e internacionais para caminhão Munck

Conheça duas certificações de segurança que devem ser verificadas antes de colocar o equipamento na operação da sua empresa.


NBR 14768

A Norma Brasileira 14768 foi estabelecida pela Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT). Essa norma especifica os requisitos mínimos para o projeto, cálculo, inspeções e ensaios de guindastes articulados hidráulicos, bem como a respectiva instalação sobre veículos ou bases fixas. Isso significa que NBR 14768 define padrões para operar todos os guindastes hidráulicos, categoria que inclui o caminhão Munck. As diretrizes incluem desde os testes na fábrica até a instalação no local de trabalho.


É importante destacar que as Normas Brasileiras, por si só, não são consideradas obrigatórias pela legislação. Essas diretrizes servem apenas para padronizar, organizar e qualificar a produção de documentos e a realização de atividades. A exceção é quando uma Norma Regulamentadora explicitar que uma NBR específica deve ser seguida.


A NBR 14768 é prevista como obrigatória pelo Item 3.16.1 da NR-12. Veja a seguir: “devem ser realizados ensaios que comprovem a integridade estrutural, tais como ultrassom e/ou emissão acústica, conforme norma ABNT NBR 14768:2015.”


EN 12999

Além da Norma Brasileira, existe ainda outra certificação que indica que um guindauto está apto para ser operado em local de trabalho. A Norma Europeia 12999 foi estabelecida pelo Comitê Europeu de Padronização (CEN).


Muitos gestores consideram a NBR 14768 como uma reescrita traduzida da EN 12999, porque ambas as certificações definem padrões para a mesma categoria. Veja a seguir o texto original:


“This document specifies minimum requirements for design, calculation, examinations and tests of hydraulic powered loader cranes and their mountings on vehicles or static foundations.

This document applies to loader cranes designed to be installed on:

- road vehicles, including trailers, with load carrying capability;

- tractors (road or agricultural), where only a towed trailer has capability to carry goods;

- demountable bodies to be carried by any of the above;

- other types of carriers (e.g. separate loaders, crawlers, rail vehicles, non-seagoing vessels);

- static foundations.”


A EN 12999 não é citada oficialmente por nem pela NR-11, nem pela NR-12. Porém, alguns equipamentos podem vir com a essa certificação, especialmente caminhões importados.


Pré-requisitos para operar caminhão Munck

Antes de conferir as certificações de segurança para trabalhar com o caminhão Munck, é necessário garantir que a sua equipe tem conhecimento técnico para trabalhar com o equipamento de forma adequada.


O primeiro pré-requisito é possuir Carteira Nacional de Habilitação nas categorias C, D ou E. Além disso, o condutor precisa ter certificações de cursos específicos para içar as cargas e movimentar as lanças de forma segura sem danificar os materiais.


Além disso, o operador deve ter certificações específicas para levantar cargas e mover lanças com segurança, sem danificar os materiais. O treinamento teórico e prático é essencial para usar o caminhão de forma segura.

Saiba mais sobre como operar caminhão Munck.


Boas práticas de segurança

Máquinas de trabalho pesado requerem cuidados específicos para garantir a segurança dos colaboradores da operação. Da mesma forma que as empilhadeiras, o guindauto também precisa de luvas, óculos de proteção, sapatos fechados antiderrapantes e capacetes com jugular para todos os funcionários. Esses Equipamentos de Proteção Individual (EPI) podem reduzir drasticamente os danos causados por acidentes no local de trabalho.


É recomendado operar o equipamento com cargas entre 70% e 80% da capacidade total. Desse modo, se a operação sofrer mudanças com o peso dos materiais transportados, será necessário trocar o modelo de caminhão.


Vale lembrar que, antes de começar com a operação, é necessário de realizar um estudo para avaliar se o terreno é adequado para suportar grandes cargas. Dar a devida importância para essas medidas de segurança é zelar pela saúde e pelo bem-estar dos seus funcionários.


Gostou desse conteúdo? Saiba mais sobre segurança do trabalho para estoques e depósitos.


15 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo